Categorias
Idiomas

Melhores apps para aprender um novo idioma GRÁTIS

Um pouco sobre os melhores aplicativos para aprender um novo idioma: como adquirir a fluência de graça ou gastando o mínimo possível.

Aplicativos podem substituir um curso? SIM!

O mundo evoluiu e a forma de ensinar também. Talvez hoje você esteja gastando (ou com medo de gastar) muito dinheiro para aprender um idioma novo, sendo que tem uma alternativa muito eficaz na ponta dos dedos.

Vou falar um pouco sobre os melhores aplicativos para isso, como adquirir a fluência de graça ou gastando o mínimo (e não vou tentar te vender nenhum produto pelo caminho, sério).

DE GRAÇA?

Isso mesmo, você já deve ter ouvido falar do Duolingo, o mais famoso, porém não o único aplicativo para idiomas, ele é de graça, ponto. Há outras alternativas tão boas quanto ou até melhores, mas suas perguntas mais importantes, antes de falarmos sobre elas, devem ser:

ISSO FUNCIONA?

Sem enrolação: SIM.

É melhor do que pagar um curso numa escola de línguas?

Em boa parte dos casos SIM. A grande maioria das escolas de idioma usam metodologias ruins e querem te enrolar por anos para tomar o seu dinheiro. Dois anos de estudo deveriam ser suficientes para você se virar com o idioma, ler textos e entender vídeos sem legenda. Você com certeza conhece pessoas que pagam caro em curso de inglês há muito mais tempo do que isso e não sabem quase nada.

Parece que estou falando besteira? Comece a pensar no fato de que, na maioria dos países desenvolvidos não existem escolas de idiomas, as crianças aprendem na escola regular mesmo, e saem de lá falando duas ou mais línguas.

Voltemos aos aplicativos gratuitos.

Eles possuem formas dinâmicas e interativas para te ajudar a fixar vocabulário e aprender estruturas, quase todos têm áudio de falantes nativos para você ouvir e repetir. Também possuem formas de incentivo como competições e ligas internas para você se entusiasmar mais.

MELHORES APLICATIVOS GRATUITOS:

Leia as dicas com atenção e não somente os nomes deles:

Duolingo – famoso, dinâmico e cheio de opções de idiomas para você escolher. Se você já sabe inglês e quer aprender outra língua, tem mais opções ainda. Ele é bom e gratuito, a diferença da versão paga é que te deixa retirar os anúncios e praticar off-line. Ele funciona, MAS você não pode ser preguiçoso, pratique todos os dias (alguns minutos por dia servem, mas não deixe de praticar regularmente para ver os resultados)

Memrise – Excelente para memorização de vocabulário e também gratuito, como no duolingo a versão paga é para tirar anúncios e ter conteúdo off-line. Quer aprender de verdade? Escolha um idioma e use dois aplicativos ao mesmo tempo, as técnicas de memorização do Memrise vão reforçar qualquer outro conteúdo que você esteja vendo, seja em outro aplicativo ou seja na escola de idiomas, partindo do básico ao avançado, retomando conteúdo para que você não perca nada pelo caminho. Outra curiosidade, ele tem um banco de cursos feito por colaboradores, que inclui até línguas clássicas como grego antigo e latim.

LingoDeer – Eu poderia dizer que esse app é até mais completo do que o duolingo em termos de trabalho de conteúdo, ele não tem tantas opções de idiomas, mas, se você está buscando aprender línguas orientais como japonês ou chinês, essa é a escolha pra você. Alie-o ao Memrise e seu poder de fogo será maior do que os cursos de idioma que tem por aí.

DW Learn – Para os interessados em Alemão, entre no site deles ou baixe o aplicativo, não se trata de um jogo para aprender idiomas como os outros, são aulas contextualizando com vídeos e situações reais, o curso vai do básico até o avançado, pena não termos algo assim gratuito para todos os idiomas.

Mondly – Um app interessante, com ótimos recursos, mas um pouco mais engessado que os demais, oferece uma lição grátis por dia, a versão completa é paga,  mas é bem barato (eu paguei R$19 mas pude desbloquear todos os cursos de todos os idiomas pelo resto da vida, aí sim é bem completinho)

MELHOR APP PAGO

Há vários outros apps que não colocamos na lista por serem pagos, como Babbel Busuu, convenhamos, eles ainda serão bem mais baratos e mais eficazes do que a maioria das escolas de inglês. A recomendação é testar a versão ou as lições gratuitas deles e, se você gostar do método, compre, pode usar um desses e mais um dos gratuitos, quanto mais melhor, não vale é desistir, ou usar só de vez em quando, aí não funciona.

Mas nosso destaque de melhor app pago vai para Rosetta Stone. E ela é cara. Mas é a melhor (e ainda bem mais barata que o curso na escola da sua cidade) ela é usada por executivos e políticos americanos e de diversos países para um aprendizado rápido e eficiente, para gente que não tem tempo a perder. A grande vantagem? Não usa tradução, o método é natural e te faz pensar diretamente no idioma que está aprendendo através de imagens e jogos mentais, é o método mais fantástico que conheço e vale todo o investimento.

Não recomendamos que você busque o torrent do programa na internet e baixe o conteúdo completo no seu computador, pois isso seria ilegal, espero não estar te dando nenhuma ideia. Mas sério, pagar a Rosetta Stone realmente compensa.

Ah, mas e a conversação?

Talvez você não tenha reparado, mas conversar 1 hora por semana com outros alunos da sua sala de inglês que também não sabem falar nada, não vai te levar muito longe. Isso muda num estágio avançado, mas num estágio avançado, sinceramente, você não vai precisar mais deles. Nessa comparação, é ainda melhor praticar no seu ritmo com o aplicativo do que com uma turma do básico.

Isso significa que não precisamos de professores?

NÃO. Não estou dizendo que os apps substituem os professores, só que são uma alternativa eficiente e barata às escolas de idioma (que sugam os professores mais do que o bolso dos alunos). Se quer algo ainda melhor, busque um professor particular, que vai acompanhar o seu ritmo e te dar aulas personalizadas. Não será barato, pois você terá um profissional dedicado exclusivamente a você, mas com certeza trará resultados. É bem provável que seu professor indique o uso desses apps para você praticar e se aperfeiçoar, com certeza você chegará para as aulas afiado e aproveitará muito mais.

O que fazer depois?

Existe formula mágica sim. Para tudo na vida. Seja na sua dieta (que você vai começar segunda) ou para aprender algo novo. A formula mágica se chama dedicação. Mas isso não significa sofrimento, no caso dos idiomas, temos tudo de mão beijada, o que você precisa é começar e não desistir. Não adianta ligar o aplicativo uma vez a cada 15 dias e depois dizer que isso não funciona, que não aprendeu nada.

Um idioma é uma porta para um mundo novo, se você dedica alguns minutos do seu dia, todos os dias, em um aplicativo básico, porém eficiente, quem vai entrar por essa porta e buscar conteúdo além dos aplicativos é você. Música, leitura, vídeos da internet, filmes sem legenda, um idioma não é só a fala, mas toda uma nova cultura que você vai emergindo a medida que aprende. A conversação e o conteúdo maior virão naturalmente, não pelos aplicativos, mas por sua busca pessoal dentro dos seus interesses. Contato com nativos para arriscar uma conversa? A internet está aí pra isso, siga páginas, curta assuntos e logo estará discutindo com os gringos por algo que não é da sua conta no idioma deles.

Como eu sei disso?

Fui professor de inglês por quase 10 anos, passei por várias escolas de idiomas e escolas regulares, hoje trabalho com consultoria internacional. Durante a carreira me decepcionei bastante vendo o quanto se perdia de tempo dentro de salas de aula no Brasil enquanto em outros lugares, crianças de 10 anos já falavam 3 ou 4 idiomas sem muito esforço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *